Como sobreviver ao seu primeiro acampamento?


Só existem duas maneiras de você sobreviver ao seu primeiro acampamento: dar tudo certo OU dar (quase) tudo errado. Mas não precisa entrar em pânico, porque no caso de você tirar a “sorte grande” da segunda alternativa, pense que vai ter um monte de histórias para contar e uma lista completa do que você deve ou não fazer em um acampamento.

Depois das nossas experiências pessoais e algumas falhas, chegamos a conclusão de que não é preciso muita coisa para ACAMPAR BEM. Se você tiver todos os equipamentos básicos, muita criatividade e quase ou nenhuma frescura vai estar preparado(a) para quase toda situação.

ANTES DE ENCARAR O CAMPING tenha em mente que você vai precisar de alguns itens básicos para sobreviver FORA DA ZONA DE CONFORTO. Um pouquinho de criatividade e muita boa vontade também são importantíssimos.

O QUE LEVAR?

1. BARRACA + COLCHÃO

Itens essenciais de qualquer acampamento. O ideal é que o espaço da barraca acomode você, seu/sua acompanhante e também a bagagem de cada um de vocês. Dessa maneira, se você for acampar em duas pessoas, compre uma barraca para quatro, pois o ideal é deixar um espaço reservado relativo a uma pessoa para acomodar as babagens. Isso é muito importante, especialmente para pessoas altas – como eu – porque uma boa noite de sono vai interferir muito no rendimento da tua viagem.

Detalhes a serem observados na hora de adquirir sua barraca:

Revestimento;
Coluna d’água;
Telas internas;
Sobreteto;
Tamanho da barraca;
Peso e montagem da barraca;
Piso reforçado;
Suporte para lâmpada;

Depois de observar todos esses itens, escolha a barraca e o colchão que melhor combinam com o seu orçamento e estilo.

Experiência pessoal: no nosso primeiro acampamento (foto acima) sofremos com essa questão, pois tínhamos muita bagagem e barracas que acomodavam apenas duas pessoas medianas. Resultado: tivemos que dormir em uma e utilizar a outra para guardar nosso pertences. A sorte é que estávamos em um local fechado para camping com segurança e tudo o mais.

Depois dessa experiência um tanto desconfortável, a primeira coisa que providenciamos foi uma nova barraca. A nova companheira de aventuras tem capacidade para cinco pessoas (1,30m altura x 2,40m largura/comprimento), abertura especial para ventilação, cobertura extra contra a chuva, janelinha telada na lateral e abertura extra no teto. Ela custou pouco mais de R$ 200 (incluindo o frete – compramos pela internet) e é da marca MOR.

OBS¹.: Nem todo mundo consegue se adaptar aos colchões infláveis. A dica nesse caso é levar
um bom edredom para amaciar os “gominhos” do colchonete que costumam machucar as costas. Outra alternativa são os colchonetes ou sacos de dormir.

OBS².: Se optar pelo colchão inflável, NÃO ESQUEÇA DO INFLADOR.

 

2. OBJETOS DE SOBREVIVÊNCIA

Nesse quesito listei alguns itens que qualquer pessoa pode precisar quando estiver em um acampamento. Acrescentei algumas coisas que também não utilizamos com frequência, mas é sempre bom carregar na bagagem, porque quando você menos espera pode ser pego desprevenido(a). Quer uma dica? Imprima essa listinha e faça o check-in antes de viajar!

– Cantil térmico de água individual;
– Lanternas;
– Pilhas;
– Velas;
– Fogareiro portátil a gás + refil do gás;
– Espiriteira (em caso de emergência com o fogareiro);
– Álcool 70% ou superior (ou etanol – E MUITO CUIDADO!);
– Isolante térmico;
– Caixa de fósforos impermeáveis;
– 1 corda de emergência;
– 1 machadinha;
– 1 martelinho de borracha;
– 2 pacotes de sentinela;
– Sacos de lixo e plásticos zirploc;
– Adaptador universal;
– Benjamin (T);
– Extensão de ao menos 10 metros;
– Lona plástica extra com ilhoses de latão;
– Sacos plásticos reutilizáveis;
– Cordas multiuso (estilo varal);
– Luminária de emergência;
– Ferramenta multifunções (tipo canivete suíço + abridor de latas);
– Alimentos de rápido preparo (enlatados como sardinha, salsichas, milho e ervilhas + arroz, macarrão e sopas instantâneas etc, são os campeões);
– Marshmallows (isso é claramente um item de apelo sentimental. Mas eu juro que marshmallows assadinhos na fogueira são uma DELÍCIA, a gente já fez e é incrível – não esqueça de levar uns pauzinhos tipo aquele de foundue para segurá-los);
– Guardanapos;
– Copos e pratos de plástico;
– Detergente, bombril e esponja;
– 2 ou mais panelas pequenas multiuso;
– 1 pano para limpeza;
– kit cola e remendo para o colchão inflável (em caso de emergência);
– Fita Silver Tape;

 

ITENS PESSOAIS:

– Itens básicos de higiene pessoal;
– Roupas para frio e calor;
– Protetor solar, labial e óculos;
– Toalhas;
– Repelente em creme para o corpo;
– Álcool em gel para as mãos;
– cobertores de sobrevência;
– Sapato para caminhada;
– Water shoes/papete para água;
– Chinelos;
– Capa para chuva ou similar;
– Curativos, soro de limpeza e medicamentos para corte, alergia e outros;
– Papel higiênico;
– Assento sanitário (apenas o assento, para usar em locais com poucas condições de
higiene);
– Prendedor de roupas;
– Câmera fotográfica (dê preferência para equipamentos à prova d’água) e/ou celular;
– Bolsa à prova d’água para câmeras/celulares;
– Carregador solar portátil ou carregador simples;

 

SE FOR ACAMPAR DE CARRO (acrescente):

– Documentos do veículo e condutor (nunca é demais lembrar!);
– GPS (o seguro morreu de velho, né?);
– Cooler portátil ou elétrico (para carro);
– Guarda-sol;
– Cadeiras e mesa desmontável de plástico;
– Almofadas/travesseiros (ou o que você preferir);
– Ventilador ou circulador de ar pesqueno;
– Transformador de voltagem 110/220v;
– Garrafa térmica para água de pelo menos 5 litros ou galão de água pequeno;
– Bomba dágua (para usar na garrafa ou galão);
– Armário plástico desmontável (para organizar itens de cozinha. Mas só vale a pena se a sua
barraca for grande e couber o armário dentro);
– Congele alguns alimentos prontos, conserve outros em sal grosso (ex: carnes para um churrasco) e leve opções para preparo/consumo na hora;
– Espetos, grelha e faca para churrasco (se quiser fazer churrasco ou achar necessário);
– Ferramentas básicas (alicate/chave de fenda etc);
– Ferramentas do veículo (além, claro, de fazer chek-in em todo ele antes de pegar a estrada).

 

3. MOCHILA CARGUEIRA OU BAGAGEM ESSENCIAL

Esse item é necessário se você vai viajar de uma maneira mais independente, pegando carona, ou utilizando ônibus ou avião. Se for viajar em grupo dá para vocês dividirem os itens de sobrevivência nas mochilas, mas se for VIAGEM SOLO é importante você comprar uma mochila que acomode tudo o que você vai precisar para acampar – incluindo sua barraca e o saco de dormir (que nesse caso vai ser mais prático).

Depois de tudo providenciado, é hora de pesquisar o destino, fazer a revisão no carro (se você for by car) e no orçamento pessoal (rs), depois é só marcar a data da viagem!

​​

IMPORTANTE:

Antes de sair comprando tudo o que vê pela frente, é legal pesquisar as melhores marcas e preços de todos os itens e acessórios. Os fóruns de mochileiros são interessantes para quem quer aprender mais sobre ACAMPAMENTO. O mesmo vale para o local do camping.

Além disso, alguns itens que eu citei ao longo do texto você consegue encontrar na internet. Eles são vendidos como “kit de sobrevivência para esportes”, porém é mais divertido montar o seu próprio KIT PERSONALIZADO. Embora, talvez, acabe saindo um pouco mais difícil e mais caro de ser montado, você já começa a entrar no clima da viagem.

Por fim, eu gosto de dizer que acampar é se propor estar em sintonia com o mundo e suas coisas. E quem não consegue enxergar essa maneira, infelizmente ainda não está pronto(a) para abrir a barraca em nenhum lugar!

E, embora tenhamos passados por algumas situações tragicômicas, é como Alcides diz:

“Se um dia alguém me perguntar se eu já vivi uma aventura, eu não vou querer dizer que passei a vida inteira indo para barzinhos e restaurantes, né?!”.

Até porque se você chegou até esse post é porque deve pensar, pelo menos o oposto disso! 😉

Aline Siqueira

Sou pernambucana, natural do Recife, cidade que atualmente é o meu cais. Jornalista, graduada pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), trabalho atualmente como diretora de comunicação em uma agência de conteúdo e digital marketing e também gosto de ser blogueira full time. Amo viajar, escrever, perguntar, aprender coisas novas e experimentar. Curiosa, também me aventuro nas terras do fotojornalismo e tenho como grande paixão e dom fotografar lugares. Desde a faculdade sempre me imaginei um dia trabalhando na Revista Viagem e Turismo. Os caminhos, no entanto, me trouxeram até aqui. Mas, enquanto eu não chego lá, a vida me deu o Entre Embarques, que edito desde 2012, para eu não morrer de emoções jorrando pela boca. Enfim... De avião, de carro, a pé ou de trem, não importa o meio, meu negócio é VIAJAR. Por isso, não esquento se tiver que passar horas em um aeroporto ou num avião porque para mim vira tudo uma aventura. Acho que o segredo é aproveitar a mágica do momento - afinal, o que é viajar se não SE PROPOR, abrir caminhos e expandir horizontes?

Talvez você também goste

Assinar o Entre Embarques

Digite seu endereço de email para assinar o Entre Embarques e receber notificações de novas publicações por email.

Nos siga

Curabitur accumsan sem et nisi ultricies porttitor.

Fanpage

Assinar o Entre Embarques

Digite seu endereço de email para assinar o Entre Embarques e receber notificações de novas publicações por email.